Onde estamos

Al. Joaquim Eugênio de Lima, 680 - 1º andar - Jardim Paulista, São Paulo - SP

Entre em contato

Fonte: Opice Blum, Bruno e Vainzof Advogados Associados

A futurista Amy Webb, fundadora do Today Institute e professora da Universidade de Nova York, disse ontem, durante o South by Southwest (SXSW) deste ano, realizado no Texas, que enxerga Web3 e Inteligência Artificial como temas promissores para os próximos anos.

De acordo com ela, na Web3, a aposta é que teremos uma ID Digital única, capaz de identificar cada ser humano. Com isso, segundo a especialista, as diversas senhas ficarão no passado, o que, em tese, aumentaria a segurança e a proteção dos dados.

No cenário da Inteligência Artificial, Webb entende que estamos próximos de ver máquinas cada vez mais aptas a tomar decisões como seres humanos. “Os sistemas de Inteligência Artificial não precisam mais do rosto para reconhecimento. Já conseguem processar sua respiração, batimentos e até sentimentos para identificar você”, explicou.

No entanto, ela ressaltou que, a longo prazo, os avanços com sistemas de IA também trazem preocupações, como o aumento das notícias falsas e a desinformação. Webb explicou que a tecnologia será responsável por remodelar a economia do conhecimento, por meio da automação de tarefas. O cenário atual, para ela, é de transição, quando empresas exploram o poder da IA, e autoridades trabalham em sua regulação.

A futurista apontou, ainda, para a continuidade da expansão do metaverso, que, segundo ela, “é um termo abrangente para definir tecnologias que preenchem a divisão entre os mundos físico e digital”. Diante desses avanços, Webb defendeu que “formas de regulação, controle e transparência são fundamentais para garantir futuro mais justo e menos aberto ao incerto quanto à privacidade e segurança digital”.

Share: