Onde estamos

Al. Joaquim Eugênio de Lima, 680 - 1º andar - Jardim Paulista, São Paulo - SP

Entre em contato

Fonte: CBN

Países da Ásia vêm adotando tecnologias controversas para vigiar população em quarentena. Para Luli Radfahrer, professor de comunicação digital pela ECA-USP, isso cria precedente para estado de vigilância total e invisível, pior do que se viu em regimes totalitários. Já o advogado, economista e professor do Insper Renato Opice Blum acredita que o monitoramento da população se torna um movimento necessário para salvar vidas, mas regulação precisa ser clara.

Ouça o debate

Share: