COMPARTILHAR

Fonte: JOTA

Estar em compliance. Aí está um dos maiores desafios contemporâneos de qualquer empresa no Brasil. O compliance e, dentro de tal ideia a adoção de políticas anticorrupção, tem ganhado cada vez mais relevância no cenário nacional e internacional, especialmente diante de uma mudança de uma percepção social pela necessidade de se respeitar o sistema legal, principalmente pela compreensão dos prejuízos sociais crescentes e decorrentes da ausência das melhores práticas de conformidade.

Essa preocupação não é recente e historicamente encontra base em agendas que se ajustam (combate ao crime organizado, tráfico internacional, atos de corrupção, entre outras).1 Engana-se, porém, quem compreende o compliance apenas como medidas de mitigação de riscos atrelados às práticas de corrupção. Em verdade, trata-se de verdadeira mudança cultural multidisciplinar nas empresas envolvendo as áreas jurídicas, de tecnologia e segurança da informação, recursos humanos, marketing, entre outras, bem como os ideais de ética empresarial e responsabilidade social.

Clique aqui e leia a matéria completa. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe o seu comentário
Por favor, insira o seu nome