COMPARTILHAR

A infância já não é mais a mesma, não é? Uma nova geração nasce rodeada de dispositivos com acesso à internet e aberta a todo seu conteúdo! Quem exerce a função de cuidar e educar os pequenos sente a dificuldade de ensiná-los a ter uma relação saudável com a tecnologia.

Como fazer com que a internet seja uma aliada no desenvolvimento? São muitos os cuidados que podemos ter – e a nova Lei Geral de Proteção de Dados (#LGPD) nos alerta especificamente sobre um deles: a exposição de dados pessoais de crianças e adolescenter.

A lei convida pais e responsáveis a refletirem sobre a exposição de dados de crianças e adolescentes, bem como as empresas a repensarem seus modelos de serviços e produtos.

Todo tratamento de dados de crianças deve contar com o consentimento de pelo menos um dos pais ou responsáveis. As informações devem ser fornecidas de modo claro e acessível (por quaisquer meios como vídeos, textos curtos, dinâmicos etc.).

Além disso, as atividades de tratamento de dados devem ser informadas publicamente – seus dados, a utilização e a forma de exercício dos direitos de titular de dados, com especial atenção às permissões para coleta e uso de dados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe o seu comentário
Por favor, insira o seu nome